A criminalidade vem em um crescente.
     Há necessidade de que toda sociedade se prepare para defender-se dela. O Estado e suas instituições nunca conseguirão proporcionar a defesa de seus membros individualmente. Assim, cabe a cada um de nós preparar-se como membro do grupo social e adquirir os conhecimentos necessários para, nos limites da lei, assegurar a si e a seus familiares o coeficiente de proteção indispensável e tranqüilidade hodierna.

     A onipresença policial é impossível. A colaboração de todos é indispensável. O conhecimento do "Modus Operandi" é fator importante para a prevenção.
É necessário que todos o compreendam e ajudem a minimizar as possibilidades de ocorrências.

     Neste sentido é que se apresenta este trabalho que não esgota o assunto, mas irá preencher o vácuo da falta de prevenção, orientar para os comportamentos anti-riscos e transversalizar a consecução do objetivo comum, que é evitar que sejamos todos vítimas e grupo social objeto dessa agressão física e psicológica que é a perda da liberdade de ir e vir pela efetivação do crime de sequestro.

Apoio:

Conheša os livros publicados por Wanderley Mascarenhas de Souza